domingo, 17 de fevereiro de 2013

Ministério Infantil e Reciclagem: História- O Pescador e o Anel do Rei/ Peixe de Garrafa Pet

Muitas vezes queridos encontraremos dificuldades em contar histórias pois elas se repetem, porém ao contá-las coloque DEUS  a frente, conte com o coração procure contar não somente como está escrito, mas as entrelinhas, tente fazer a criança viajar junto contigo na história, ser o ator da história, senti-la.

Versículo para Meditação e para ser inserido na história
Lucas 5 :5-6
E, respondendo Simão, disse-lhe: Mestre, havendo trabalhado toda a noite, nada apanhamos; mas, sobre a tua palavra, lançarei a rede.
E, fazendo assim, colheram uma grande quantidade de peixes, e rompia-se-lhes a rede. 


De agora em diante somos todos pescadores de almas de homens, como através da palavra de DEUS, em nome do SENHOR JESUS, nada posso fazer sem JESUS EM MEU BARCO, EM MINHA VIDA, posso até ir tentar mas será frustante, porém quando JESUS está a frente é GLÓRIA, pode até demorar mas é VITÓRIA.
Onde serei pescador, na escola, na rua, com meus amigos, futuros amigos, através de minhas atitudes, falando e agindo com a palavra de DEUS. Se creio em DEUS, mostro que creio mesmo nas horas difíceis. Algumas atitudes são: não xingar, não condenar, não falar palavrões, não brigar, não fazer fofoca, não atrapalhar a aula, o amigo, respeitar a todos, fazer as tarefas, obedecer os pais, professores, lideres etc...
Não é fácil, mas é o correto, o melhor, o único caminho para DEUS.



O Pescador e o Anel do Rei

                                                     Conto popular 

Era uma vez um velho pescador que vivia cantando:
Canto: Viva Deus e ninguém mais / Quando Deus não quer / ninguém nada faz.

Mesmo quando sua pesca não era boa, ele cantava com muita fé e alegria a sua cantiga.
Canto: Viva Deus e ninguém mais / Quando Deus não quer / ninguém nada faz.

Um dia, o rei daquele lugar soube da existência do pescador e quis que ele fosse à sua presença, por não admitir que Deus podia mais que tudo no mundo... Esse rei era tão poderoso e orgulhoso, que achava que podia até mais que o próprio Deus!
E lá foi o pescador, subindo as escadas de tapete vermelho do palácio, cantando:  Viva Deus...

Diante do rei, o pescador não mostrou medo algum, e ainda reafirmou sua fé, cantando a mesma cantiga.
Então o rei disse:
Rei: Vamos verse Deus pode mais que eu, pescador!
Eis aqui o meu anel. Vou entregá-lo aos seus cuidados!
Se dentro de 15 dias você me devolver o anel, intacto, você ganhará um enorme tesouro, e não precisará mais trabalhar para viver.
Porém, se no 15° dia você não voltar com o anel, mando cortar a sua cabeça! Agora vá embora...
O pescador foi embora e na volta pra casa, cantava: Viva Deus...

Quando chegou em casa entregou o anel para a mulher que prometeu guardá-lo a sete chaves. Deixe estar que isso não passava de um plano do rei, que logo mandou um criado disfarçado de mercador, bater na casa do pescador, quando esteja havia saído para pescar.
Criado disfarçado: Ó de casa!
A velha senhora abriu a porta.
Criado: Minha senhora, sou mercador. Vendo e compro anéis. A senhora não teria aí pelas gavetas um anelzinho para me vender? Pago bem!
E mostrou muito dinheiro.
Velha: Não tenho não senhor. Aqui é casa de pobre. Não tem anel nenhum não.
Mas a velha ficou surpresa com tanto que o homem mostrava.
Acabou caindo na tentação, e vendeu o anel!

No fim do dia, o pescador voltou pra  casa cantando:  Viva Deus...

...Quando chegou em casa, soube do que havia acontecido e ficou desesperado.
Pescador: Mulher! Você não vendeu o anel não; você vendeu minha cabeça!
E foram correndo procurar o mercador pela floresta, pela estrada, pela praia, pela aldeia e nada...
Claro! À essa altura, o criado disfarçado de mercador já estava longe, e havia jogado o anel em alto mar, a mando do rei, para que nunca mais ninguém pudesse encontrá-lo.
E: o tempo foi passando...
Décimo dia...
O pescador, triste continuava cantando: (mais lento) Viva Deus...
Décimo primeiro dia...
E o pescador cantando e pescando...
Canto: (ainda mais lento) Viva Deus...

Até que no penúltimo dia, o pescador chamou a mulher e disse:
Pescador: Mulher, eu vou morrer... Amanhã, minha cabeça vai rolar. Vamos nos despedir, com uma última refeição. Farei uma boa pescaria. E lá foi o pescador, tristemente, cantando sem parar sua cantiga.
Canto: Viva Deus... (muito triste)

Pescou 50 peixes, 49 ele vendeu no mercado, e 1 levou para mulher preparar.
Ela caprichou no tempero e fez no fogão de lenha, aquele peixe que seria sua última ceia junto com o marido depois de tantos anos. Mastiga daqui, chora dali, pensa de lá, e de repente...
Pescador: (Se engasgando) O que é isso? Mulher (cospe o anel).
Eu não disse que Deus pode mais que todo o mundo?
Canto(bem animado): Viva Deus...

O pescador limpou o anel, e correu em direção ao palácio. Subiu a escadas de tapete vermelho cantando, fez uma reverência para rei, que perguntou todo poderoso:
Rei: E então, pescador? Aonde está o meu anel?
E o pescador, vitorioso:
Pescador: Está aqui, meu rei!
O rei ficou boquiaberto! Não conseguia acreditar...Teve de entregar o tesouro para o pescador. E até o rei teve que cantar:
Canto: Viva Deus e ninguém mais / Quando Deus não quer / Ninguém nada faz.

1- ATIVIDADE- AJUDE O PESCADOR ENCONTRAR O ANEL E ENTREGAR AO REI
LABIRINTO


2-ATIVIDADES - PEIXE DE GARRAFA PET

. material
garrafa pet
tesoura
tinta
papel preto para olho
fio de nylon

. corte o fundo da garrafa, depois corte as bordas fazendo um desenho de cauda do peixe, faça dois furos e passe o fio de nylon e amarre a argolinha da própria garrafa, grampei os lados e cauda, cole os olhos e pinte, pronto está pronto seu peixe.

Você pode pendurá-lo ou girar, pode também enfeitar o fio de nylon com missangas.






Divirta-se
A PAZ