quinta-feira, 11 de outubro de 2012

Ministério Infantil Projeto Reciclando: Teatro de Sombra

Contar uma história para uma criança é um presente de DEUS

Existe muitas maneiras de se contar uma história, não importa quantas vezes ela tenha sido contada, porém quando você contar ela será única, diferente, então queridos não se prendam na desculpa de que a história todos já conhecem, já leram ou já ouviram, ótimo se já sabem, pois verão e ouvirão de uma maneira diferente, contada e encenada por você.
Com o apoio do criador de todas as histórias DEUS, que lhe presenteou com essa dádiva, então não deixe para lá, não despreze, uma criança quando ouve uma história ela passa a fazer parte dela, e muitas vezes por toda a vida.
Acaso não se lembras de sua infância, como teria sido se tivesse ouvido e se imaginado naquela história e se acaso não ouviu ouça agora pois és uma criança para DEUS.

TEATRO DE SOMBRA

material:
caixa de papelão
papel seda
lampada
extensão
cola
palitos de sorvete
bonecos feitos de sulfite ou outros
cartolina
uma história

DEVE.DOCA
DEUS,
VOCÊ E 
EXPECTADORES
Disposição
Amor
Coragem
Ousadia
Pois 





A HISTORIA AQUI FOI DO FRAGMENTO DE MOBY DICK



A CAMINHO DO MAR         

Podem me chamar de Ismael, professor da área rural, a muitos anos tive a idéia de buscar o que fazer no mar.

Não sei por quê. O destino me levou a procurar trabalho na pesca da baleia.

Provavelmente por ela ser um animal imenso e poderoso, cheio de mistério: isso aguçava a minha curiosidade.

Quiqueg meu companheiro de quarto embora diferente, na aparência e religião, não causava estranheza nas pessoas.

Todos os marinheiros buscam proteção na igrejinha chamada ( CAPELA DOS BALEEIROS) antes da saída a caça da baleia.
TODOS
Assim o padre pôs-se a cantar um hino religioso
“Vi a baleia de goela aberta
   Entre as ondas, era grande aflição
   Orei a Deus. Meu Senhor, sempre alerta
   Olhou por mim me trouxe salvação”

Quiqueg era filho de rei, partiu de sua ilha em busca de melhoria para seu povo, porém encontrou maldade em todos os lugares que passou, tornou-se baleeiro continuou pagão mantendo suas crenças, porém adotou o vestuário dos cristãos, excelente arpoador, honesto , bom.

Partimos com Acab, capitão do Pequod, um homem obcecado em capturar e matar a baleia, em especial Moby Dick, que lhe deixará com uma enorme cicatriz no rosto e sem perna.

Em alto mar começa a luta entre os tripulantes do Pequod, com Acab sempre a frente e Moby Dick.

Moby Dick não se preocupava e nem se preocupou com Acab e seus tripulantes, nem um segundo, eles pareciam sardinhas voadoras.

Ela tinha como adversário sim o Pequod que como um peixe foi jogado para cima e lançado ao mar em pedaços irrecuperáveis, não podendo servir nem de caixão para Acab e seus tripulantes.

Nada restou, porém eu fui poupado, certamente para falar-lhes sobre essa linda baleia Moby Dick que jamais foi contra alguém, porém tinha que defender-se de pessoas que queriam dar cabo em sua vida, a principio por simples capricho, depois por vingança cega e mortal.
Lurdinei de Souza Lines Coelho

QUEM É O CULPADO, A CAÇA ou O CAÇADOR?
VOCÊ DECIDE APÓS OUVIR E LER MOBY DICK
A VINGANÇA É UM MAL QUE CONSOME A ALMA DO VINGADOR