sexta-feira, 19 de outubro de 2012

Ministério Infantil e Projeto Reciclando: Trabalhando Cores e Reciclando

TRABALHE AS CORES COM OS PEQUENOS

Deixe eles escolherem as cores que preferem.
Após pintura ou no meio dela
Você pode observar e ver qual a cor ou cores que estão predominando e então procurar perguntar o porque daquela preferência, nunca questionando e sim procurando entender, compreender, aprender, conhecer a criança, como seu amigo não somente daquele momento mas da vida toda.

CORES FRIAS


Em linhas gerais, as cores frias, como o azul ou o verde, associam-se ao auto-controlo e à calma.
Por vezes, podem ser indicadores da necessidade de afecto. O uso exclusivo destas cores pode indicar que o pequeno está excessivamente protegido e que seria conveniente permitir-lhe um pouco mais de liberdade e de espontaneidade.

CORES QUENTES
Cores quentes: vermelho, amarelo, laranja - estão mais vinculados com a afectividade, assim como com o dinamismo e a abertura ao mundo. Mas o vermelho também pode indicar um impulso agressivo, embora o seu uso frequente, antes dos 6 anos, seja perfeitamente normal, como já referimos.

CORES MUITO ESCURAS
Desenhos muito escuros, com predominância de castanho, preto e roxo, podem indicar um estado de ânimo depressivo.
Ou algum tipo de opressão sofrida em tempo passado, ou atual por parte de algo ou alguém, como castigo, punição, ameça e outros

CORES VARIADAS
Quando as crianças possuem uma personalidade extrovertida, costumam usar uma grande variedade de cores.

CORES LIMITADAS
 Enquanto que as muito introvertidas limitam-se ao emprego de apenas duas ou três tonalidades.
 

Não se limite em julgar somente pela cor:  desenho e outros irão completar o diagnóstico para que você possa ajudá-la.

Como ajudar:
Com oração sempre, mesmo que não haja evidência alguma de necessidade.
Com carinho
Com palavras
Com atenção
Com encaminhamentos 
Com ajuda de profissionais, pai e mãe ou responsável
Existem muitas maneiras de se ajudar você pode e encontrará uma maneira, peça a DEUS e lhe será mostrado.
Nunca fique com uma criança por obrigação, obrigada, fique por amor , com amor, pois ela precisa é de amor: ser amada e amar